O videogame te leva longe…

18 02 2009

Um soldado das forças armadas norte-americanas torna-se um dos mais jovens instrutores de vôo da história graças a suas habilidades de pilotagem, conseguidas pelo treinamento com videogames em casa. O “garoto-prodígio” dos militares suplantou até mesmo pilotos experientes, com anos de treinamento e milhares de horas de vôo.

Que videogames ajudam na coordenação motora de crianças, nem é novidade. Um exemplo da eficácia dos jogos eletrônicos está na história relatada pelo autor P.W. Singer em seu livro Wired for War: The Robotics Revolution and Conflict in the 21st Century.

Segundo o site Joystiq, Singer cita em seu livro a história de um soldado de 18 anos que em um curto período se tornou um “piloto” experiente em aeronaves controladas remotamente, como é o caso do Predator Drone, empregado na guerra do Iraque.

Na intenção de impressionar seu pai, o jovem tentou ingressar como mecânico de helicópteros nas forças armadas dos Estados Unidos. Seu pedido foi negado, mas surgiu uma oportunidade de pilotar os chamados drones , usados para reconhecimento de terreno e até mesmo combate.

Graças ao treino no videogame Xbox 360, o soldado descobriu que era muito bom na pilotagem do pequeno avião. Os jogos então deram ao jovem a chance de se tornar instrutor de novos pilotos com 19 anos de idade, quando voltou do Iraque, comentou o site Game Politics .

Para o site Kotaku a notícia é mais interessante pelo fato que um adolescente de dezenove anos ter chegado mais longe que muitos pilotos da Força Aérea com um alto nível de investimento e muitos anos de treino.

Fonte: G1

Anúncios




Sega, o retorno triunfal?

16 02 2009

Alguém lembra da Sega? Criadora dos consoles Mega Drive e Dreamcast? Empresa criadora do Sonic, lembra? Ela pode estar planejando lançar algo junto com as próximas levas da Sony, Microsoft e Nintendo.

Segundo o site Siliconera, a Sega registrou na Europa e nos Estados Unido dois nomes de marca, “Ringwide” e “Ringedge”, além de um logotipo que possui anéis em sua composição.

O texto das patentes revela que são destinados a consoles de jogos arcade, e até mesmo máquinas com telas embutidas, podendo significar algum dispositivo de mão como o Nintendo DS e o PSP . Don Reisinger, do site CNET especula que o possível console poderia ter seu lançamento previsto para datas próximas aos lançamentos da nova geração dos consoles atuais, Wii 2, Xbox 720 e Playstation 4.

“Eu não apenas acho que a Sega pode fazer um retorno triunfante ao ramo dos consoles, acho que esse pode ser um dos melhores movimentos que a empresa pode fazer agora”, disse Reisinger.

E eu achei que ela tinha acabado…

Fonte: Y! Notícias





Jogo dos Beattles?

15 02 2009

Em uma entrevista ao Entertainment Weekly, Paul McCartney revelou alguns detalhes a respeito do próximo game baseado na história do quarteto inglês Beatles.

Segundo o site Joystiq , o músico confirmou que serão 45 faixas abrangendo diferentes períodos da banda, “desde os primeiros dias, em Liverpool, passando pela era psicodélica, e dali em diante”.

Para Paul, a idéia é interessante por levar mais crianças para a música. O site IGN levanta questões e pede para que novas perguntas sejam feitas a respeito de palcos e canções, antes que os responsáveis pelo game peçam sigilo ao músico.

Fonte: Y!Notícias





Games, um canal de distribuição para indústria musical

23 12 2008

Imagem de "Guitar Hero"

Li essa notícia no G1, hoje, e parece que os jogos musicais estão vendendo mais que músicas. Isso já acontece há algum tempo, mas esse ano se intensificou, e isso leva a indústria e os artistas  a prestarem mais atenção aos videogames.

A RRIA (federação das gravadoras dos Estados Unidos) registrou uma queda de 11,8% nas vendas de música em 2008, em comparação com 2007. Já as vendas de jogos musicais dobraram este ano e atingiram US$ 1,9 bilhão, segundo o grupo de consultoria NPD.

Para vocês terem uma diéia, o Aerosmith lucrou mais com sua versão do game “Guitar Hero” (lançado em junho), do que com cada um de seus dois últimos discos!

Para quem não sabe, nesses tipos de jogos (como o Guitar Hero), o jogador tem controles que simulam instrumentos reais, como bateria, guitarra, etc. E as notas são representadas por botões que devem ser tocados na hora certa para que o show agrade a platéia.

Pra falar a verdade, nunca joguei esse tipo de jogo, mas sempre quis experimentar. Existe uma versão em flash do Guitar Hero na internet (que, aliás, eu já joguei) mas não é a mesma coisa, dizem. Mas, ainda sim, é muito bom. Se quiser jogar, clique aqui.