Análise de God of War (PS2)

27 02 2009

Recentemente, joguei God of War, para o console PlayStation 2, baseado na mitologia grega. Eis minha análise:

Você inicia o jogo sem conhecer o protagonista. Sem saber a razão de estar ali. A cada momento do jogo, você conhece um pouco mais a respeito do protagonista (o que é necessário, afinal, pra que você vai matando caras sem motivo?).

É contada a história o general espartano Kratos, que faz um pacto com Ares (deus da guerra) durante a luta contra os bárbaros. Ele daria sua alma ao deus em troca da morte de seus inimigos. Com isso, Kratos adquiriu poder. Porém, anos depois, ele descobriria o custo de tudo isso… Então, jurou vingança eterna contra o deus da guerra. Então, entra a questão: como um humano pode matar um deus?

Os gráficos são bem detalhados. Notam-se alguns serrilhados, mas nada absurdo. Os cenários são extensos e bem diversificados (e não fica aquela paisagem cansativa). As animações (me refiro aos pequenos filmes que contam as histórias) são maravilhosas, mas acaba não combinando muito com o jogo (por serem perfeitos demais).

A respeito som, nem precisa escrever, mas vou escrever assim mesmo: perfeito! Com dublagem ótima e músicas de fundo bem selecionadas. (*w*)

A violência ganha destaque: cabeças decepadas, pernas voando e sangue jorrando. Não é de chocar tanto uma pessoa, mas acaba tornando o jogo divertido. Além disso, o jogo contém algo incomum: insinuação de sexo e nudez.

O sistema de batalha é ótimo, com uma variedade de golpes (até fáceis de realizar). Ao jogar, me lembrei de Prince of Persia (principalmente pelos quebra-cabeças).

Senti falta do controle de câmera (pois, no jogo, ela é automática) e de uma visão em primeira pessoa. Atrapalha um pouco em alguns quebra-cabeças. Mas, na maioria dos combates, isso não é nenhum problema.

O jogo contém um grande número de enigmas (bem elaborados, por sinal) e batalhas. Porém, senti a falta de chefes. O que saciou um pouco de minha vontade no meio do jogo foi o minotauro gigante. (Aliás, me lembrei dos chefes de Donkey Kong nessa parte.)

Concluindo, o jogo é ótimo, mas tem lá seus pequenos defeitos. Agora, estou começando a jogar God of War 2 e também estou achando fodástico.

E para tornar esse post ainda maior… Parece que terá também o filme de God of War. Brett Ratner, diretor de X-Men 3 e Hora do Rush, dirigirá o filme. Especula-se que Djimon Hounsou (Gladiador) fará o papel de Kratos, o que seria estranho por motivos óbvios.

Você já jogou God of War? O que achou? Quem você acha que deveria fazer o papel de Kratos no filme? Comente.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

8 03 2009
Palloma

Vc viciou tanto nesse jogo ki postou ateh no seu blog!
xD

9 03 2009
Pedro Ferreira

É uma análise crítica, ora. x]
Quando se vê um filme ou uma série de TV, se faz a mesma coisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: